Como agem os óleos essencias na mente, corpo e espírito.

O olfato é mais sensível e imediato dos sentidos, por isso ps aromas são evocativos. Substâncias químicas presentes em um odor podem desencadear respostas fisiológicas e afetar o estado mental. Esses efeitos combinados permitem que óleos aromáticos ajam de maneira holística na mente, no corpo e no espírito, proporcionando equilíbrio, tratamento e, muitas vezes, bem estar profundo.

Na mente:

Os óleos essenciais podem ser usados para ajudar a promover estados mentais. Os estimulantes, por exemplo o alecrim, aumentam a concentração:

 

Os óleos essenciais têm muitos componentes que afetam o sistema nervoso, melhorando o bem estar e o humor. Estudos mostram que o composto linalol, presente na lavanda e na sálvia esclareia, reduz a ansiedade e ameniza a depressão.

Esses sintomas afetam nossa mente, mas o corpo também pode sofrer - com tensão muscular, por exemplo.

Muitos óleos apresentam propriedades para melhorar o humor e os efeitos fisiológicos, portanto cuidam de sintomas mentais e físicos. Uma massagem relaxante com os óleos citados acima são prazerosos e revigorantes.

No corpo:

Óleos essenciais são tratamentos naturais, potencializando as propriedades medicinais tradicionalmente associadas às plantas. Alguns podem ser anti-inflamatórios, antissépticos e anti-fúngicos, ajudando a eliminar micro-organismos prejudiciais ao corpo e, portanto a proteger conta doenças.

Ação anti-séptica: muitos óleos destroem bactérias

Deixe um comentário

Os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados