Vamos falar sobre vaporização uterina

Você já ouviu falar sobre isso?

Esta técnica milenar atua com os benefícios fisiológicos do calor, da umidade e, principalmente, das propriedades medicinais de cada erva. O calor e a vaporização provocam uma vasodilatação local, que aumenta a absorção e hidrata a região da vagina e do útero, trazendo inúmeros benefícios saúde feminina.

 

A vaporização do útero consiste em expor a vagina a um vapor de água quente, fervida com ervas medicinais, sendo o famoso (banho de assento), tradição ensinada pelas parteiras, bruxas e muitas avós tem esse conhecimento antigo.

Alguns benefícios físicos:

  • Melhora da circulação e fluxo sanguíneo da região
  • Aumento da lubrificação vaginal
  • Diminuição de dores e sintomas da TPM
  • Melhora nos sintomas da menopausa
  • Equilíbrio do fluxo menstrual e relaxamento

 

Muitas mulheres experimentam também muitos benefícios mentais, como tranquilidade e renovação, pois a técnica provoca uma forte conexão consigo mesma.


Como fazer:
Ferva a água na quantidade média para a bacia que será usada. Adicione de 1 a 5 ervas medicinais. Você pode fazer de pé, com a bacia em cima de uma cadeira, ou agachada. Já há também bancos específicos para a prática. Por 10 a 15 min. Dica: enrolar um cobertor da cintura para baixo facilita a concentração do vapor.

 


Algumas sugestões de ervas que podem ser usadas:

 

Camomila, jasmim, rosas, manjericão e sálvia são apenas algumas das ervas possíveis para realizar a prática. Conheça alguns chás e blends da Chá Dao, que podem ser usados, como o Folhas de Artemísia e o Cólicas

Que tal experimentar? Conta pra gente sobre a sua experiência!

 

 


Deixe um comentário

Observe que os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados